Questão de pele... (minhas tatoos)

23 fevereiro, 2012

Eu quero, oras!

Sempre quis muitas coisas.
Coisas simples, coisas bobas, coisas fáceis...
Mas muitas coisas.
Devido a necessidade de se viver um dia de cada vez, um milagre por dia, passei a traçar por meta coisas simples do meu querer.
Tudo a curto prazo.
Ha quem diga que traçar promessas de inicio de ano e como prometer começar dieta na segunda feira. Na maioria das vezes acabamos por não cumpri-las.
Tenho estabelecido mudanças pequenas, nada do tipo de vender tudo o que tenho e sair defendendo a caridade junto aos monges tibetanos.
Certa vez ouvi, que o ANO NOVO de uma pessoa, começa no dia em q ela faz aniversário.
Novos sonhos, novas metas, novas conquistas.
Mês que vem é meu aniversario, e eu comecei a pontuar minhas metas de "ano novo".
Fechei pra balanço, ponderei situações, eliminei coisas por se resolver e resolvi questões inacabadas.

To no processo de enfeitar a casa, colocar tudo em ordem e aguardar a contagem regressiva.
Todo ano, desde criancinha, estabeleço uma listinha com coisas que gostaria de ganhar no meu aniversário e entregava em mãos pro homem que poderia tornar todos aqueles pequenos desejos realidade. Meu pai.
Desde que ele faleceu, ou seja ha 10 anos, eu nunca mais pautei minhas listinhas.
E ontem durante uma arrumação de gavetas encontrei um papelzinho datado com o ano de 1989.
Tinha apenas 5 itens. (Eu era bem menos exigente)
  • um lápis da moranguinho com borracha e cheiro de tutti frutti;
  • um álbum de figurinhas da moranguinho;
  • um estojo de lata;
  • uma Barbie;
  • e uma caixa de bombom pra comer sozinha;
Nao me recordo se ganhei o lápis e o álbum, mas tenho nítido na memoria a cor , o modelo as repartições do meu estojo de lata.
Me lembro bem, que a Barbie nunca chegou, era muito cara, e que durante alguns anos, meu desejo era substituído por outras bonecas.
Quanto a caixa de bombom, foi inevitável não rir do meu desejo.
Minha irmã Andreia, havia a pouco iniciado um namoro, e tudo que ela ganhava do namorado, eu acabava ganhando do meu pai.

Durante um bom tempo, ganhei flores, chocolates, e bichinhos de pelúcia. Era um meio que meu pai encontrava pra eu não mexer nas coisas da minha irmã.
Foi um momento de carinho relembrar aqueles detalhes todos.
No verso de uma agenda antiga, comecei a listar meus quereres. Durante a elaboração da minha lista, lembrava do meu pai dizendo, não adianta pedir coisas caras, porque isso papai não pode dar.
Logo, fui obrigada a apagar meu primeiro item.... um anel de diamantes. kkkk
Essa minha lista de desejos, contem coisas mto prováveis e possíveis de se ter. Contudo, a antecedência em cria-la me fez lembrar de que meu pai se preparava e eu ansiava pelo dia 10, dia de pagamento, em que meus sonhos começariam a se tornar realidade.

Ouvia o mês todinho, quando questionava se ja havia comprado meu presente: "Só depois do dia 10".
Minha lista esta aqui, não tão pequena como antes.
Mas ja decidi, que depois do dia 10, eu mesma me darei cada um desses itens. Talvez nem todos durante o mês de março, afinal ainda estamos em fevereiro e terei um Ano Novo inteirinho pra realizar cada um desses meus desejos. Até estabelecer a lista do ano que vem.





















Algo referente ao Saci Pererê; rs















    Um vasinho de cactos;














    Uma mandala com espelho;






















    Uma mudinha de ipê amarelo;





















    Um CD com mantras hindus, de preferencia que saúdem Ganesha;






















    Um buquê de flores; (ou uma florzinha roubada mesmo)













    Revistas Cripto e passa tempos; rs (gosto é gosto oras!!!)























    Algo referente a Sereia, Iemanjá;




















    O livro 'A gaiola" de Marcia Willett





















    Um vaso de pimentas;



















    Um terço hindu;

    Gostos singelos num acham??? kkkkkkk
    Bjos à todos, CARPE DIEM!

    3 comentários:

    Anônimo disse...

    São as coisas simples que nos dão mais prazer.

    Bjs

    disse...

    Dááááááááááááá
    Espero que ganhe tudo isso e muito mais.
    Coisas do tipo amor que se multiplica e sobra pelas tabelas, paz de espirito e saúde, saúde e saúde!!!
    Você merece!!!

    Beijoss

    Marcelo Juris disse...

    Não sei se vc vai lembrar, mas certa vez eu disse que tinha visto uma iemanjá muito bacana numa loja.

    Acabei não comprando naquela época !

    Contudo, comprei há um mês atrás !

    Sua lista me fez lembrar que eu tb tenho que providenciar um saci pererê ! Saciólogo sem saci não dá !