Questão de pele... (minhas tatoos)

31 março, 2013

A boca fala do que o coração esta cheio?


 Ao longo de nossa trajetória, algumas pedras tendem a cobrir nossa visão nos deixando na mais completa escuridão. Contudo, dentro de nós existe uma Luz, e graças a Ela somos capazes de reconhecer os milagres diários e contemplá-los.

Hoje é um dia com um significado mto especial, um marco para o cristianismo. O dia que a pedra rolou...

Desejo muito que as pedras que tapam a luz dos nossos sonhos, das nossas esperanças rolem tambem, para que possamos contemplar o milagre da ressurreição.

 A palavra PASCOA (no hebraico PESSACH) quer dizer passagem. Passagem do velho para o novo, da escravidão para a liberdade. Anseio pelo dia em que todos nós possamos  viver a liberdade da renovação, sendo a cada dia pessoas melhores, milagres vivos.

Ironicamente ou não ontem eu li o post de uma pessoa que de cada 10 postagens 9,5 falam do amor de Deus, mas também coicidentemente (ou nao), li que aqueles q não apoiam o Pastor Marco Felicino (com todo seu historico de palavras mal colocadas e infelizes), são babacas e naõ valem mais q um cocô de cachorro na calçada! 
De fato foram esses os termos usados. 
Agora pergunto eu: Vale a pena professar uma fé tao contraditoria?  
Como assim alguem valer menos que um cocô de cachorro?
Como assim dizer que ama o invisível e desconsiderar a tal ponto seu proximo?
Como assim dizer que ama a todos sem distinção? 
Quem ama um cocô de cachorro deixado na calçada? Eu não amo!!!
Eu amo pessoas, seres vivos, a natureza, tudo que me reporta a presença de Deus.
Será que nesse contexto vale dizer que a boca fala do que o coração esta cheio, ou seria injustiça???
Há mais ou menos um mês recebi uma mensagem in box no face, sobre a minha "não aceitação" de pessoas que convivi na época em que frequentei a igreja.
Sem pesares ou justificativas, declarei não aceitar pelo mero motivo de não mais compartilharmos as mesmas visões ( afinal, cansei de tentar conciliar minhas convicçoes políticas com questoes relacionadas à intituição religiosa e com isso causar polêmicas e desconfortos). 
Mtos do que passaram por minha vida ao longo de 15 anos de igreja, fizeram parte da minha história e os tenho guardado em meu coração. Contudo conheço bem, pois ja vivi esses ares em outros tempos, os encontros ao redor da mesa para comentarios santos e pedidos de oração pela vida de ciclano ou beltrano que está "longe de Deus".
Sinceramente, nao quero isso pra mim, por isso evito ao maximo polemizar meu proximo com minhas bandeiras, minhas convicçoes meu modo de ver e viver a vida. ( Afinal, todas essas questoes que pontuo, corroboraram para a minha saída e a do meu esposo do santo lugar).
O que me deixa um pouco chateada, mas ao mesmo tempo qdo olho sob uma profundidade reflexiva maior, vejo que não vale a pena discutir conceitos ja cristalizados publicamente. Pois a falta de argumentos coesos e a veracidade abstrata de conceitos  impedem uma "discussão madura e saudável".
Por isso, ao invés de jogar palavras com cunhos de indiretas no face, estou usando desse espaço que embora seja público é MEU espaço particular para expor o que esta em meu coração.
Amo meu proximo, e reconheço nele, (independente de quem ele seja, das convicçoes que possua, dos interesses semelhantes ou não aos meus) a imagem e semelhança de Deus. Sem ser mais ou menos que eu, pois creio que nele habita a propria divindade e assim se manifesta com milagres e prodigios diarios.
Do fundo do meu coração, quero pedir compreensão daqueles que não aceito e minha rede social. Deixar claro que não tenho nada contra em ambito pessoal, embora tenha mta coisa contra em ambito filosofico.
Quero deixar claro que  não estou disposta a ser assunto de cunho pesarosos, cansei de esperar o amor cristão em datas de aniversário, em situaçoes dificeis em que passei como meu diagnostico, a perda da Rebeca, e ou uma simples ligação que infelizmente não recebi, nem encontrei uma palavra de amizade.
Conclui então que as relaçoes de irmandade são por mera conveniencia e força do convivio. Passado isso, o amor cristão de alguns se esvai.... 
Porque então compartilhar um boletim diario da própria vida nas redes sociais??? Não ha logica, concorda?
Confesso que acreditava ter em meu face pessoas respeitosas que embora eu saiba que não sao assiduas na igreja, vivessem um cristianismo limpo, honroso, diferente. Contudo após presenciar a falta de respeito para comigo e para com a minha familia, (por contas de nossas convicçoes politicas) vejo que mais uma vez me equivoquei.
Por isso  lanço o convite hoje à todos aqueles que me acham "pior que um cocô de cachorro", a isenção de acompanhar a vida de uma pessoa com ideias tão babacas e não cristãs.
Cada um olha a vida e as pessoas de acordo com os óculos que carregam sobre os olhos e estou certa que não há nada que euzinha possa fazer.
Se minhas postagens, minhas bandeiras meu modo de ver a vida são de sobremodo tão desonrosos, é só clicar no campo AMIGOS onde aparecerá uma listinha. Logo abaixo encontrará DESFAZER AMIZADE.
Simples assim!!! 
Agora se por ventura quiser continuar caminhar paralelo a mim, mesmo que nossa estrada não seja a mesma, será sempre bem vindo!
Enquanto isso sigo desejando pra nós uma Pascoa em sua essencia. Essencia de passagem, de transformação de ressurreição.
Amando ao proximo independente de nossas verdades pessoais, amando pelo simples prazer de amar.
Carpe Diem





20 março, 2013

Um pouquinho de história...

Há algum tempo que não falo nadinha sobre meu diagnóstico de Esclerose Múltipla! 
Resolvi então, contar um breve historico desse processo de busca por um parecer claro e certeiro.
De modo simples e objetivo, conto aqui um pouquinho da minha historia.
Beijo imenso, espero q o video traga clareza, rompa preconceitos e gere um tiquinho de conhecimento sobre a patologia.
Gde beijo, CARPE DIEM!!!

video

Últimos acontecimentos

Sinceramente andei sem vontade de voltar a escrever no blogg. Contudo, devido aos últimos acontecimentos  não poderia deixar de pontuar alguns fatos que vêem entristecendo meu coração!
Mal poderia imaginar que o próximo post após a partida da minha Rebeca, seria para comentar uma outra partida que embora esteja em outro  nível emocional, me chateou e me entristeceu profundamente.
Estou me referindo ao comandande, guerreiro que para mim é sinônimo de luta e conquistas: Hugo Chávez.
Na minha opinião, há politicos e há (pouquissimos) homens como Hugo Chávez!
 Quer tenha sido para o bem ou para o mal (como mtos insistem em dizer), esse homem com sua partida, deixou o mundo um tanto pior.
Um homem público com idéias próprias, que não temia desafios, que possuía sonhos e objetivos de transformação.
Possuía reconhecível liderança em toda América  Latina,  que certamente daqui alguns anos as pessoas reconhecerão tamanha valia do seu papel historico. Como li numa materia dia desses, Hugo Chavez era um comandante , um homem de ESQUERDA, com letra maiúscula. E sobre isso, não resta nenhuma dúvida.
Como tudo nesse mundo perde o teor da essência reflexiva, sua morte foi "abafada" pela trágica perda do nosso querido Chorão. Vocalista do Charlie Brown Junior. A especulação de suicidio, overdose ou assassinato tomou conta das nossas midias. 
Confesso que fiquei super chateada, curtia as letras e o considerava um homem bastante inteligente. Contudo, não podemos perder de vista que overdose nunca foi e não pode ser considerada uma fatalidade, não acham? Precisamos mudar nossa abordagem sobre os fatos.
Mas o que euzinha estou maluca pra compartilhar com vcs minha humilde opinião é sobre nosso "caro" (barato) representante da Comissão dos Direitos Humanos e Minorias no Brasil.
Minha genteeeeee, o que é isso????
Estamos vivendo dias de total pânico moral, devido as idéias retrógradas desse cidadão conhecido como Pastor Marco (in) Feliciano.
Está mais do que constatado que suas atitudes  são demasiadamente arbitrárias qdo comportamentos se mostram diferentes do conceito de família patriarcal, com papai, mamãe e filhinhos. Basta fugir às concepções tidas por verdade da comunidade evangelica, que pronto. O circo está armado!
De acordo com sua visão e com a visão de pessoas rasas como ele, a sociedade deve ignorar mudanças sociais como o casamento igualitário, a necessidade da inserção da mulher na sociedade e a discussão sobre  a legalização do aborto.
Sem medo (e com extrema ignorancia) de promover opiniões de cunho agressivo e delirante , ele, o pastor, atribui aos homossexuais  a responsabilidade pela destruição da familia. Discursa deliberadamente no santo lugar que os afrodescendentes são uma raça maldita, daí entao o histórico de escravidão e doenças, e ainda afirma durante orações que deseja a morte em massa de pais de santo, pois só assim haveria o fechamento de terreiros espalhados pela nação brasileira.
Mais uma vez, minha crítica se estabelece nas "alianças" que fazem com que um homem desses tenha uma comissão serissima como essa nas mãos.
Homofóbico, intolerante cultural, religioso e machista  representando a comissão de Direitos Humanos???
Não pode nãoooo!!!
Me chateia, presenciar pessoas retrógradas e sem coração, que em nome de Deus fazem acepçao de pessoas ainda nos dias de hoje.
Amar o invisível é facil, dificil é amar ao seu proximo! Pensemos....
Eu sou cidadã brasileira, e marco Feliciano não me representa!!!
Bjos e tô de volta!!! kkk