Questão de pele... (minhas tatoos)

13 maio, 2012

Procura-se um namorado



Navegando por entre alguns sites de noticias, encontrei  na primeira página do yahoo, uma matéria sobre uma moça de 24 anos, arquiteta chamada Camilla, que estaria a procura de um namorado "sério" através da internet. 
Resolvida e disposta a dar outro rumo à sua vida amorosa, resolveu criar um blogg para quem sabe selecionar um pretendente ao gosto de suas exigências!
A principio achei uma grande bobagem, pois tenho certeza que essa ideia se iniciou de uma grande brincadeira entre amigos.
Ao visitar seu blogg e ver seu vídeo de apresentação, comecei a refletir o quanto algumas pessoas se expõem gratuitamente  sem mensurar as "consequências" que isso pode trazer a sua vida pessoal.
Assuntos como esse (na minha insignificante opinião)  são mto pessoais  e especiais para serem tratados como uma banalidade entre amigos, expostas numa rede social.
Sou muito convicta que internet é terra de ninguém , por isso tudo se torna muito mais complicado de encontrarmos "culpados" para algumas posturas.
A poucos dias,  presenciamos em diversos sites, revistas e outras mídias sobre o caso das fotos pessoais e intimas da atriz Carolina Dickeman.  
Existem algumas coisas que sinceramente não me cabem ao entendimento. As pessoas estão se expondo cada vez mais, sem criar a hipótese de que qdo nos expomos, perdemos o controle da proporção que nossas próprias permissões podem causar.
Antes de pensarem que não acredito em relacionamentos que se iniciam  através da internet , ou de redes sociais, quero deixar claro e cristalino que não é verdade.  Espero mesmo que a tal moçoila tenha êxito em sua busca por um namorado serio, distinto e de boa familia como a mesma menciona em seu site.
Contudo, achei de uma relevância imensa, o comentário de um rapaz que postou comentando a apresentação no site da arquiteta. Acredito que deveríamos refletir sobre seus apontamentos.
Antes de postar o trecho da analise do rapaz, mostrarei o video da Camila.  Se a ajudarei ou não abrindo mais um veiculo de divulgação para sua busca, nao sei!!! rsrs
Mas aqui esta:

"É interessante perceber como, atualmente, a maioria das pessoas tem uma grande dificuldade para lidar com as consequências de suas escolhas. Sim, vivemos uma concreta crise no senso de responsabilidade, em que muito se escolhe e pouco se quer arcar com as consequências do que se escolhe.
É notória a necessidade manifestada por muitos de, consciente ou inconscientemente, sempre procurar culpados para justificar os próprios sofrimentos, não aceitando que estes, muitas vezes, são diretas consequências das más escolhas que nós fizemos em nossa trajetória pela vida.
É muito mais fácil culpar a alguém por nossos infortúnios – principalmente a Deus –, contudo, ancorado em tal prática o coração nunca poderá verdadeiramente crescer, pois ficará encarcerado em um imaturo – e infantil – sistema de autodefesa e justificação, que retirará do ser toda a responsabilidade pelas escolhas realizadas, fazendo-o descarregar sobre os outros as suas consequências.
Precisamos, mais do que nunca, aprender a arcar com as consequências de nossas escolhas, sabendo que somos os reais protagonistas de nossa existência e que esta só poderá acontecer com qualidade, se por ela (qualidade) decidirmos em cada fragmento que compõe o nosso todo.
Faz-se real em nosso tempo a necessidade de fortalecer a própria vontade. Sim, de resgatar a capacidade de escolher com clareza, tendo diante de si a consciência concreta das consequências do que se escolhe. Nossa vontade precisa ser forte, pois só assim ela poderá acontecer com liberdade e segurança, sem ser condicionada por vícios e más paixões que a deixem opaca e fragmentada.
A maturidade só poderá fazer-se presença na história de quem tiver honestidade o bastante para lidar com as reais consequências do que escolheu, pois, ao contrário, a infantilidade será uma contínua companheira que fará o olhar – sempre e em tudo – contemplar a vida sob uma ótica imprecisa e autopiedosa.
Diante disso, acredito que os pais precisam permitir aos filhos enfrentarem todos os sofrimentos causados por suas más escolhas, pois, se os ausentarem disso, eles nunca conseguirão crescer e acabarão aprisionados a uma intensa imaturidade: mimados e sem uma reta consciência das consequências daquilo que na vida eles realizaram o ofício de escolher.
Sentir o peso das próprias escolhas é profundamente pedagógico e formativo para toda e qualquer pessoa, é experiência que nos faz mais autônomos e livres, para assim podermos nos construir com responsabilidade e consciência, como autênticos seres humanos.
É extremamente necessária esta compreensão: Muito em nossa história dependerá de Deus e dos outros, contudo, muito também depende somente de nós e das escolhas que fizermos e, culpar os outros pelo que em nossa vida não é tão bom não eliminará definitivamente as dores e problemas que configuram nossos dias.
Enfrentemos nossa história e suas consequências sem medo, e, aprendamos com os erros passados a verdadeiramente construir as vitórias e realizações que o futuro reserva para cada um de nós."

4 comentários:

Marcelo Juris disse...

Qto à exposição impensada que um monte de gente faz modernamente deve-se à chamada "sociedade do espetáculo" na qual vivemos.

Tem vários estudos publicados sobre o tema ! Alguns que descrevem desde a criação do teatro aos dias atuais.

A tal história da busca apelos 15 minutos de fama !

Certamente esta é a finalidade real do vídeo. Buscar namorado é só a justificativa.

Contudo, acho que a Dá pode ter dado uma ajuda. Vou me candidatar ! Quem sabe tenho sorte !!!

O único problema é a voz. Meio grossa , não !? No primeiro encontro é bom fazer o famoso teste do crocodilo dundee !!!

disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk Má vc é um palhaço! Acredita q qdo vi o video pensei a mesma coisa???? Que voz e essa meus deuses???rs
Saudades amigo! <3

disse...

E ja nao sabemos que essa coisa de curriculo pela internet nao dá certo? hein, hein, hein???

Essa mocinha está procurando sarna pra se coçar!!!!
rsrsrsrs

Beijosss

disse...

kkkkkkkkkkkkk pois é amiga...
O lance agora e entregar em mãos!
Nada de internet!