Questão de pele... (minhas tatoos)

24 novembro, 2010

Não perdi o foco, apenas mudei a direção...



Hoje foi um dia impar pra mim. Diferente de tudo que ja fiz ou pensei em fazer profissionalmente, estive em uma empresa aqui da cidade, acompanhando o presidente da Federação Brasileira de Esclerose Multipla em uma palestra que o mesmo iria ministrar.
Esclerose? Nada disso!O tema era outro.
Pertinente, relevante e de suma importancia à sociedade, mergulhei por algumas horas num universo que até entao não conhecia. Eu e mais dezenas de trabalhadores que ali estavam para ouvi-lo sem piscar os olhos um só minuto.
O tema? Ah, isso não vem ao caso nem tampouco e o que norteia o post de hoje!rs
Por algumas vezes fiz menção a essa pessoa em alguns de meus textos. Confesso que venho peneirando casos e acasos do nosso dia a dia, para que eu possa descrever o indescritivel e a grandeza de valores que tenho vivido nesses ultimos cinco meses de esclerosada.
Quantas perdas meu Deus, eu reconheço. Mas quando olho para os ganhos,vejo quão imensurável são eles, e como são desnecessarias hoje, as bagagens que tive de deixar pelo caminho.
Há pouco, soube de uma critica feita a minha pessoa (sobre a ideia ilusoria de mentes inflexiveis) de que infelizmente eu havia perdido o foco. De que estou vivendo "minha" doença e permitindo que areas da minha vida começassem a desmoronar.(De certo o comentario inoportuno, se referia a mudança de trabalho, ao meu casamento e a igreja)
Digo com toda CERTEZA de que permaneço firme e mais fiel que nunca, às minhas convicçoes. Convicçoes estas que por vezes ficavam implicitas devido ao ambito social que havia escolhido para pertencer.
Concluo então, que cada um tem a visão de mundo de acordo com os oculos que estão sobre seus olhos. É inevitavel, há de ser assim sempre...
Não há o que fazer, nem tampouco procurar um modo mais claro de justificar-se, somos exatamente aquilo que pensamos ser, e é comum na natureza humana classificar a vida alheia como certa ou errada, estabelecendo valores e paramentros morais de acordo com convicçoes estritamente pessoais.
Enfim, há pouco optei por mudar o modelo classico dos meus oculos, e me permitir inovar, ousar, ainda que o palpite daqueles que me rodeiam sejam arbitrários ao meu novo modelito.
No post anterior eu falei sobre presentes. Digamos que esse seria a parte II daquela historia.
Felizarda fui (viva meu caipires), quando botei meu orgulho, minha vergonha, meu egocentrismo numa sacola e fui (de muletas, e ao mesmo tempo sem nenhum "apoio") procurar uma associação de auxilio à pacientes de esclerose multipla.

Praticamente disfarçada, e com certo receio de ser vista saindo de um ambiente de esclerosados que até então não conhecia, acabei me deparando com o tão falado Wilson Gomiero.
Até então, ele era apenas o Sr. Wilson presidente de uma associação de doentes que se dedicavam naquele momento em planejar um bingo que aconteceria por aqueles dias.
Fomos apresentados, e aos pouquinhos aquele homem de nome e sobrenome já bem conhecido pra muitos,(mas ainda um estranho p mim), passou a ganhar um novo significado, um novo espaço em minha vida, um novo olhar de admiração, apresso e carinho.
Mas eu mal poderia saber que aquele presente era duplo! Ainda haveria de aparecer sua esposa, (Izildinha), a quem tenho grande admiração e o privilegio de te-la como amiga.
Apartir dali, depois de exatos tres meses de uma depressão daquelas,devido a busca sem sucesso por um diagnostico exato, meu foco passou a ressignificar-se.
Tinha que tomar uma decisão. Ou esperaria um grande milagre e correria o grande risco de viver uma vida frustrada, ja que Esclerose Multipla é uma doença que não tem cura. Ou me disciplinaria, e traçaria novos planos dentro daquela nova realidade que passaria a me acompanhar, vivendo um milagre por dia.
Optei em viver um milagre a cada dia!
Muitos acreditam que optei na verdade por viver uma vida de doente. Ledo engano.

Gostaria muito que algumas pessoas do meu convivio se permitissem conhecer aquele lugar onde sou confrontada em viver melhor por cada uma daquelas pessoas,e principalmente por aquelehomem, que dia a dia tem me dado uma overdose de bons momentos de risadas, me oferecendo aprendizagem em doses cavalares de paciencia, mansidão, trato com o proximo, firmeza, cidadania e doçura.
Um homem visionário, que tem feito de suas limitaçoes fisicas, ponte para expandir idéias unicas, de interesses coletivos.
Fico constrangida em me ver diante da disposiçao e da concepção de luta que o Sr. Wilson carrega.
Ético, ponderado,e de uma inteligencia social, que lhe permite o fluxo entre pessoas das mais diferentes convicçoes, tenho tido o privilégio de acompanha-lo de uma forma bem pessoal.
Me divirto com seu humor inteligente, observo e almejo sua humildade e astúcia em situaçoes que sinceramente não me imagino resolvendo com tanta classe e firmeza.
Admiro sua "teimosia flexivel" (se é que isso existe), sua braveza, que apesar de mansa faz qualquer teto tremer.
Em suma, quero dedicar o post de hoje, para que de maneira singela, mais pessoas possam conhecer a luta e o trabalho de sucesso que ele tem realizado nao só em Mogi das Cruzes com a associação GATEM (Grupo Alto Tietê de Esclerose Multipla), mas também em âmbito nacional com a Federação Brasileira de Portadores de Esclerose Multipla (FEBRAPEM). Assim como agradece-lo pelo carinho, apoio e disposição em compartilhar comigo suas visões, ideias e convicçoes, que além de me trazerem muitos conhecimentos tem me feito certamente uma pessoa melhor.

"EU TENHO ESCLEROSE MÚLTIPLA E ALÉM DELA TENHO MÚLTIPLAS CAPACIDADES QUE NÃO PERMITEM QUE ELA ME POSSUA." Wilson Roberto Gomiero - Presidente do Gatem e da Febrapem


Participação do Sr. Wilson Gomiero no Programa Sem Censura - Leda Nagli
No Dia Nacional de Conscientização sobre a Esclerose Multipla






7 comentários:

André Ponce da Silva disse...

Realmente Dá,falou tudo,o sr.Wilson é um exemplo,referência,inclusive para muitos de nós aqui do sul do pais.Parabéns pelo belo texto,e como tu falou,temos que matar um leão todo o santo dia. Bjs.

Zaki disse...

Dá, Gostei muito de seu texto, dos vídeos, pois além de serem esclarecedores enquanto mostram um lado da doença, seu descobrimento, seus sintomas e suas verdades.. mostram também a face oculta dela, a luta e a força de vontade fazendo-se presente!!
Parabéns!!
( Você e seus lápis de cor!! :] )

Jose disse...

Parabéns !!!!!!!!!!!
Seu texto está ótimo e bem esclarecedor.

Nost Ipsum disse...

GRANDE Dá, admirada por muitos e querida por todos, antes de tudo quero agradecer a honra de poder postar um comentário em tão sincera postagem, pude sentir a emoção que você depositou nas selecionadas e cuidadosas palavras que compõe a integra do texto, gostaria de iniciar meu comentário com uma famosa frase de Chico Xavier que diz: "Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim", e acredito que foi isso que você fez ao decidir abandonar certos dogmas, encarar novos desafios e dar um passo de cada vez, matando um leão por dia, se reinventando sempre que necessário e dando um pouco mais de você quando a vida exige, te considero uma mulher mais do que vencedora e especial, assim como o Sr.Wilson, desde já quero parabenizá-los por todo o trabalho que ambos desenvolvem, bem como declarar todo o meu apoio a você e nossa causa rsrs, um carinhoso abraço. Att. Carlos Demétrio

Anônimo disse...

Legal,

Este seu texto está mais para

"alegria em nome das estrelas e folia em nome de reis"

do que para

"urubu tá com raiva do boi"

abção

disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk nossa qta inspiração! De fato amigo, viver com pessoas assim como seu wilson e como vc(urubu) rs é sempre uma folia!

SANDROWAL disse...

Conheço esse cara, Sr. Wilson, ja faz uns anos, desde 2002/ 2003. Eu com vinte e poucos anos, louco pra achar a 'passagem' que me levasse de volta ao 'mundo normal' sem EM rsrs, e ele sempre me dizendo: - "calma cara, calma Sandro, as estão melhorando, o acesso aos medicamentos, a qualidade do tratamento e a tendência daqui pra frente é só melhorar", eu pensava -"putzzzz esse cara ta louco, a gente aqui com essa doença imprevisível e ele mandando ter calma". E ele dizia "a verdade é uma só, em qualquer situação, quanto mais ansiosos e nervosos ficamos, pior será o resultado pra nós mesmo. Viva um dia de cada vez. Temos 2 ouvidos, 2 olhos e 1 boca, por isso ouça e observe mais do que vc fala" (acho que tinha hora, que eu perturbava *um pouco* ele kkkkk) e ele muito educado dizia: -"que nada!" Um verdadeiro 'Lord' rsrs. E com isso foi me ensinando que para lutar pelos nossos interesses, não é preciso arrumar briga com ninguém kkkkkk, foi como sair da pré-história e vir p/ o sec. XXI. Valeu meu amigão Sr. Wilson, obrigado por ajudar nesse processo da minha 'civilidade e aceitação' rsrs, de coração!
Abraços
Sandro