Questão de pele... (minhas tatoos)

20 novembro, 2010

"...venha ver o preto que você gosta!"

(Dona Canô - mãe de Caetano Veloso, se referindo a Gil num programa de TV)

Fragmento do texto Verdade Tropical
"Lembro com muito gosto o modo como ela se referia a ele. Pelo menos ela o fez uma vez e isso ficou marcado muito fundo, dizendo: Caetano, venha ver o preto que você gosta. Isso de dizer o preto, sorrindo ternamente como ela o fazia, o fez, tinha, teve, tem, um sabor esquisito, que intensificava o encanto da arte e da personalidade do moço no vídeo(...)"


Por que pouquissimos de nos, sabemos da existencia dessa data?
Por que vivemos sob a crença hipocrita de igualdade, enquanto o cenário real é bem diferente daquele q vivenciamos?
Por que temos tanta resistencia em reconhecer a cultura afro e valoriza-la como grande contribuinte à nossa cultura?
Não compreendo, não tolero, nao sou conivente com essa mentalidade.
Sei que isso não se dá apenas por uma decisão, antes, é necessario uma leitura minuciosa da nossa história, do nosso passado.
O que me causa tamanha indignação, é ver ainda hoje no seculo XXI, os meios de comunicaçao, reproduzindo de modo preconceituoso e superficial, conceitos cristalizados em nossa sociedade.
Precisamos romper com isso!
Precisamos adquirir um novo olhar, e nos conscientizar da imensa dívida que temos com o povo afro descendente, dívida essa quem tem sua origem e veio se agravando desde a colonização.
Para muitos brasileiros(em sua grande maioria descentendes de negros)não ha significancia alguma nessa data. Contudo, abro esse espaço em meu blogg, com grande expectativa de que esse post possa esclarecer ainda que um pouquinho, a importancia politica, social e cultural do dia da Consciencia Negra.

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra.
A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594).
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.
Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos; até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de maio, Abolição da Escravatura – comemoração que tem sido rejeitada por enfatizar muitas vezes a "generosidade" da Princesa Isabel.

Finalizo deixando claro que mesmo "branquela", sei e me orgulho que em meu sangue corre de alguma forma o sangue afro, seja por descendencia ou por cultura. E como brasileira, também sou responsável por essa divida imensurável.
Portanto, sou a favor das cotas universitarias, da igualdade e inserção do negro no mercado de trabalho, da luta contra a discriminação, seja ela em que ambito for, da valorização cultural em suas mais diversas instancias (musica, religião, beleza etc).

E pra causar um certo desconforto (pois gosto do gosto que ele causa), algumas frases para reflexão:



"Por isso mesmo, o Brasil sempre foi, ainda é, um moinho de gastar gentes.
Construímo-nos queimando milhões de índios.Depois, queimamos milhões de negros.
Atualmente, estamos queimando, desgastando milhões de mestiços brasileiros, na
produção não do que eles consomem, mas do que dá lucro às classes empresariais." Darcy Ribeiro

"Não é a consciência do homem que lhe determina o ser, mas, ao contrário, o seu ser social que lhe determina a consciência."
Karl Marx

"Justiça é consciência, não uma consciência pessoal mas a consciência de toda a humanidade. Aqueles que reconhecem claramente a voz de suas próprias consciências normalmente reconhecem também a voz da justiça."
Alexander Solzhenitsyn

"O destino dos homens é a liberdade."
Vinicius de Moraes


Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, constitui crime punido com reclusão de 2 (dois) a 5 (cinco) anos e multa, conforme determina a Lei 7.716/89 em seu artigo 20, § 2°.
Denuncie sites e/ou mensagens contendo qualquer violação.

2 comentários:

Dionisia disse...

Fico feliz em ver suas idéias... sinto orgulho de você!

Marcello disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.