Questão de pele... (minhas tatoos)

25 fevereiro, 2011

Devotees...o que é isso?

Brincadeiras a parte, hoje eu quero compartilhar com vcs um assunto que sinceramente não havia parado pra pensar.
Dia desses, ao postar numa comunidade do orkut " deficientes muletantes", descobri um assunto que é tema de discussão para muitos de nós que possui alguma deficiencia fisica ou de mobilidade.
Os devotees.
Desde que passei a utilizar minha "muletinha", passei a ouvir frequentemente piadas, cantadas, e brincadeiras de caracter sexual com relação a minha mais nova companheira. Particularmente nao me importo, rio e me divirto com a maioria delas.
Apareceram-me ate amigos "empresarios", propondo que no auge da fama das mulheres frutas, poderiamos também lançar a "Mulher Muleta" que certamente seria um sucesso. Ou então, desenvolver uma nova performance pra dança do queijo. Ao inves de polle dance, fariamos a muleta dance! Super sensual.... kkk

Eita criatividade!!!

Esse é um tema pouco discutido e pesquisado, talvez por tratar de um assunto em que uma discussão poderia cair em uma areia movediça, pois é um tema cheio de incertezas e pode ser visto com muito preconceito.
Acredito que muitas pessoas nunca ouviram falar desse termo, assim como eu, nem sonhava que existisse algo do tipo.
Segundo o dicionário americano, DEVOTTE ou DEVOTO significa aquele que é ardentemente devotado ou defensor de algo ou alguem. No dicionário brasileiro significa aquele que denota devoção ou admiração.
Sendo assim, pais, irmãos, familiares e amigos de deficientes físicos, são de alguma forma devotees.
Afinal, essas pessoas devotam um amor tão grande pela pessoa, que acabam defensoras desse segmento da sociedade.
Assim como devotees sentem amor paternal, maternal ou fraternal pela pessoa com deficiência, certamente eles também sentirão atração física ou paixão por essas mesmas pessoas. Então entendo sem rotulações ou preconceitos qto ao termo, que aqueles q vierem a optar por um relacionamento pós "normalidade" fisica podem ser considerados devotees.
Partindo dessa linha de pensamento concluo que felizmente há milhares de devotees no mundo, que há milhares de pessoas que sentem prazer em se relacionar ou conviver com as diferenças individuais, que há diversas pessoas que apreciam a diversidade humana e as singularidades de cada corpo.

Depois que descobri o termo, li muitos artigos tratando os devotees como pessoas com disturbio sexual . A credito, que os devotees sentem atração e desejo como qualquer outra pessoa sente por alguém que esteja fora do padrão de beleza idealizado pela sociedade ou até mesmo por uma questão de dizer não ao conservadorismo.
Dia desses conversava com um amigo, sobre belezas esteriotipadas, e chegamos a conclusão, que nem todas as pessoas se sentem atraídas por aquela beleza midiatica exposta nos mais diferentes meios de comunicação. Assim como há homens ou mulheres que sentem atração por pessoas muito altas ou muito baixas, muito gordas ou muito magras ou sentem atração por pessoas do mesmo sexo, há os devotees que sentem atração por pessoas com algum tipo de deficiência física. Respeito e defendo que cada pessoa é livre para fazer sua escolha, no entanto, acredito particularmente que pode ser considerado sim como um desvio no comportamento sexual, se o individuo de antemão, se limita em relacionar-se apenas com essa classe da sociedade.
Não podemos nos esquecer como em qualquer relacionamento há aqueles interessados na pessoa com deficiência, com a intenção de um relacionamento que pode ser efêmero ou duradouro.
Há também devotees interessados somente em satisfazer seus prazeres, seus fetiches, sua obssessões, esses casos, certamente são casos patológicos e precisam ser tratados sob outro olhar.

Acredito que nós não podemos nos fechar para vivermos novos relacionamentos, contudo devemos ser cautelosos, a fim de evitarmos o envolvimento com pessoas que não nos tragam segurança, respeito e afeto.
Na minha opinião, qquer pessoa que se mostre de alguma forma preconceituosa, não merece nossa atenção, muito menos nossa confiança para um suposto relacionamento.
Qualquer pessoa que se valorize (deficiente ou não), certamente avaliará cuidadosamente com quem pretende se envolver. Isso é de suma importância para qquer ser humano.
Por isso, amigos esclerosados, mielitados,amputados, muletantes ou cadeirantes....
Atentos e boa sorte!!!




12 comentários:

cáh disse...

gostei do post, ele realmente nós faz refletir sobre um tema que particularmente eu não havia pensado ainda...
bjks

Tuka Siqueira disse...

Interessante, nunca tinha ouvido falar sobre isso...
Tem selinho pra vc lá no meu blog. Beijos, bom finde!

Cadinho RoCo disse...

O ser humano é muito mais que mero corpo físico.
Cadinho RoCo

gina disse...

MTO INTERESSANTE...DEPOIS Q FIKEI MULETANTE TENHO RECEIO DE TER RELACIONMENTO.....BJO DÁ

Tuigue disse...

oiii Dá!!!!
Nossa, adorei teu blog, muito legal mesmo... E obrigada por passar lá no meu... =]
Ah! sobre os devotees, já conheço faz um tempinho, como vc disse quando não há afeto, carinho, amor, penso que não rola... Somos seres com sentimentos, afeições, só desejo pareceria escroto demais... hehe
Beijinhos...

Elaine Chieppe disse...

Oi Dá. Gostei muito do seu cantinho. Acolhedor, receptivo e já estou te seguindo. Adorei as pimentinhas hehehehe. Um bjo da L@ine.

Anônimo disse...

Tinha muito medo de me relacionar depois que fiquei muletante,até que encontrei alguem que me fez esquecer das minhas limitaçoes e me trataou como mulher. De lá pra cá a muleta deixou de ser um mal e virou um assessorio, necessario, mas um assessorio. Nao me impede mais de me olhar no espelho e ver oquanto ainda posso ser atraente e desejada.
Bem legal voce tratar sobre esse tema.beijão

Alásia disse...

Oi, gostei do blog!

Arione Torres disse...

Oi querida.
Obrigada pelo carinho. Te desejo uma excelente semana para você e família, você é uma amiga muito especial para mim. Que Deus te ilumine a cada dia e ele te conceda o que deseja o seu coração. Uma boa noite para você, um grande abraço e fica com Deus.

Ronald disse...

Gostei muito do post! Já conhecia o termo e tinha lido algumas coisas a respeito, mas nunca é demais falar sobre esses assuntos. Ainda não conhecia seu blog, mas agora serei um leitor assíduo, Vc escreve muito bem.

Nost Ipsum disse...

Grande Dalila, como sempre você mandou muito bem no tema e no texto, adoro visitar seu blog justamente por isso tudo, a riqueza de detalhes e variedades é imensa, simplesmente adoro, parabéns! Você é excelente nas coisas que faz, me orgulho muito em ser seu amigo, na verdade, quando embarco no seu universo literário, nas suas criações etc. Tenho vontade de GRITAR PRA TODO MUNDO E TE APONTAR DIZENDO: "ELA É MINHA AMIGA EIN" afinal, quem não quer ter alguém tão especial e versátil como você por perto.
Quanto ao Devotees como você nos explicou (confesso que não pesquisei) isso é uma forma de amar, contarei um segredo a todos os curiosos leitores que tem o trabalho de ver as demais opiniões, eu te amo muito minha amiga, amigos dizem eu te amo, e hoje eu digo eu te devote ou devoto kkk.
Já no que concerne as muletas, cadeiras ou andadores, acredito que o amor supera isso tudo, se realmente uma pessoa ama de verdade e se sente bem ao lado da outra, pouco importa as debilidades, tem gente inclusive que sente muito prazer em poder cuidar e dar muito carinho a pessoa amada.
Já falando dos fetiches.. hum.. Verdade kkk, nem acredito que vou contar isso kkk, mas tinha uma loirona, com um BUNDÃO.., que morava no mesmo condomínio de um amigo meu, e sempre que íamos bater uma bola lá a muié aparecia, o mais interessante é que ela andava com auxílio daqueles andadores pra gente grande, sei que parávamos o jogo pra ver a muié passar.. kkk, acho que eu e meus amigos estávamos precisando de tratamento rsrsr. Enfim, histórias a parte, quero novamente parabenizá-la pelo belo trabalho que tem feito por aqui, um grande beijo, sucesso.
Att. Demétrio

Anônimo disse...

Dalila
Você foi simples, clara, sensata e objetiva.
Muito me agradou a maneira com que teceu seu ponto de vista.
Qdo se fala em Devotees muitos tem uma grande averssão, não culpo ou recrimino ninguém pela opinião particular, pois essa diverssidade de pensamentos é que faz com que o ser humano cresca intelectualmente.
Mas acho que o mundo seria bem melhor se a sensatez, encontrada neste tópico, estivesse mais presente no nosso dia a dia, pois, para alguns extremistas se um homem não olha e nem quer papo com uma mulher com alguma def fisica ele é um Preconceituoso, por outro lado se ele se interessa, olha e converssa com uma mulher que tenha alguma def fisica ele é Devotee...
Parabéns
D Juan Devotee