Questão de pele... (minhas tatoos)

07 julho, 2012

Gerando monstros

Não poderia deixar de expressar minha opinião sobre o que vem acontecendo numa pequena fração do mundinho gospel.
A cada situação que presencio, a cada leitura que faço de alguns homens de Deus, vejo o quanto a igreja é nos dias de hoje uma instituição falida.
Até aqueles que por determinado tempo me assentei para ouvir o que de relevante poderia sair da boca (de alguém que massacrado pela sociedade, pela mídia e pela "santarrice" dos pseudos santos, passou pela experiencia de ser julgado por suas atitudes), eu acabo chegando a conclusão que poucos merecem serem ouvidos, na verdade pouquíssimos  possuem de fato um olhar sensato, coeso e ético dentro do cristianismo institucional que nossa sociedade vive hoje.
Estou falando do " reverendo Caio Fabio", homem a quem muito admirei e acompanhei desde o auge de sua vida ministerial.
Aparentemente um homem inovador (embora  presbiteriano), que rompia tabus e que não se submetia ao sistema, se tornou um anônimo após decepções e contratempos pessoais que o excluíram do convívio do santo lugar.
Com uma uma ideia inovadora e fascinante do viver em comunhão, esse homem, tido por referencia nacional, fundou o chamado Caminho da Graça.
Confesso que a principio fiquei fascinada com a proposta de "igreja" vinda de um homem, que embora tivesse tido seus problemas e escândalos no mundo evangélico, saía dos apontares de dedos de modo integro e honesto.
Ahhhhh que decepção!!!
Que decepção presenciar, que ate em pessoas que você admirava e acreditava serem diferentes, de repente concluir que se tornaram produtos da empresa de Cristo.
Pessoas que como muitas, ao passarem pela igreja se tornaram amargas, demagogas, cheias de si, e detentoras da verdade.
Pense numa pessoa, que se acha na autoridade de um programinha de internet, chamado Papo de Graça, discursar e opinar sobre todo e qualquer assunto, seja referente a politica, sexo, religião ou vida alheia.
Vivemos numa democracia, e somos livres para expressar quaisquer opiniões sobre quaisquer assuntos. Concordo.
Isso, desde que pessoas não sejam massacradas e julgadas pela arrogância e prepotência de quem se acha o mestre, o sábio, o crivo de verdade de tudo e de todos.
Nojento!!! Isso que Caio Fabio se tornou!
Nojenta!!! Esse é o papel que a igreja devido aos seus lideres têm feito. Assumindo como característica mor da instituição de Cristo atualmente.
Líderes que vomitam sem pesar suas opiniões inúteis e destrutivas com  palavras "chulas" e termos maldizentes. 
Em nome de um moralismo hipócrita e santarrão, pessoas têm usado o nome de Deus para minar, destruir e matar a vida de outras pessoas sem um mísero conceito ético e moral.
Pessoas com feridas purulentas, ousam querer aconselhar e determinar caminhos para os demais sem olhar para suas próprias vidas e atitudes.
Fiquei enojada com o vídeo que postarei logo abaixo, tamanha falta de senso, falta de semancol, que o BUNDÃO (termo que o mesmo adora) do sabichão Caio Fabio se refere a dois homens que não são anônimos em nossa sociedade, sem a necessidade de papos engraçados, ambos são referencia de reflexão e visão de mundo: Ricardo Gondim e Rubem Alves.
Esses homens, ao meu ver, não têm a menor necessidade de fazerem pose de intelectuais ou de  se auto promoverem afim de se vangloriarem sobre a criticas feita à vida de terceiros.
Acredito que ainda existam homens usados (termo perfeito) por Deus, para propagarem Sua santa vontade. 
Contudo, não posso acreditar que uma pessoa que não apresenta o minimo de respeito por outrem, mereça tal reverência.
Pra mim, homens e mulheres como Caio Fábio, servem como um desfavor a igreja. Servem como homens bomba, que se dispõe em explodir, detonar através de suas próprias palavras o Evangelho de Cristo.
Destroem vidas, vomitam suas frustrações pessoais em nome de uma verdade que só existem em suas cabeças alienadas , auto suficientes e em seus "modelinhos" de igreja revelada para os últimos tempos.
Detestável!!!







4 comentários:

William de Oliveira Galdino disse...

O Caio Fábio é a versão Roberto Jeferson da Igreja Evangélica: quando percebeu que não havia mais espaço para seus próprios interesses, resolveu lançar a sujeira dos outros no ventilador.

disse...

Exatamente!!!!! O mais triste e ver o qto os seus "seguidores" o adoram e o veneram como um gde lider cristao....

Marcelo Juris disse...

Ao meu ver jogar as entranhas das igrejas no ventilador não é o pior. Se for feito por quem deseja mudança, quem estava entalado e deu o grito de liberdade ou, ainda, por amadurecimento na fé.

AS crises institucionais são ótimas pois é o momento onde "vaza" para o povo aquilo que se é varrido para debaixo do tapete. Seja em que tipo de instituição for: igreja, política, etc.

O problema é que a motivação do Caio não nos apresenta mais como um amadurecimento crítico ou a vontade ética de passar tudo a limpo. Porém , tão somente o revanchismo de quem estava e não está mais nas entranhas dos presbitérios.

Outro dos vários problemas do Caio é o seu orgulho intelectual. Se acha muito mais do que verdadeiramente é. Parece sentir inveja daqueles que conseguem espaço na mídia secular através do livre pensamento, como no caso do Gondim.

O Caio tem uma boa exegese bíblica, mas quando o ouvimos sobre outros assuntos, seja política, movimentos sociais, sociologia, aí vemos o quanto é acanhada sua visão.

Acompanho o Caio desde a época da igreja Presbiteriana nos anos 70/80. Conseguiu alguma repercussão no mundo secular e fooi chamado a participar do movimento viva rio, junto com Betinho, que tinha o objeto de transformar socialmente a cidade.

Ocorreu o problema conjugal e sua saída da ireja institucional. Acompanhei com entusiasmo seu primeiro projeto após a separação, que foi o "café com graça", na urca, onde a idéia era algo bem primitivo de encontros de cristãos para de maneira bem leve falasse e adorasse a Deus. Quando virou "caminho da graça" já dava para perceber que a coisa tava virando igreja de novo. Mas agora com um líder super centralizador que dita a norma unilateralmente.

É uma pena que o Caio tenha chegado a idade atual sem saber gerir seus problemas internos.

Arione Torres disse...

Oi Dá, que saudades amiga!! Como você está?
Tenha um lindo fds, bjus1
Arione