Fique por dentro :

Loading...

Questão de pele... (minhas tatoos)

19 abril, 2010

Carpe Diem...


Tudo começou há um ano e meio,qdo uma leve dormencia tomou conta da minha perna direita,aos poucos fui perdendo a coordenaçao e o equilibrio.Como coordenava um colegio particular e usava mto salto em meu dia a dia, os medicos acreditavam ser uma simples protusao discal na lombar. Por haver dançado por muito tempo, tb acreditava q poderia ser um simples probolema de coluna. Durante 9 meses tratei a a suposta protusao, no entanto os sintomas foram se agravando.
Até q perdi a sensibilidade do pe e da perna e um formigamento insuportavel me atingia ate a altura das costelas.
Passei a tomar umas injeçoes de dexocentuneurim, q aliviavam todos os meus sintomas. A vontade desordenada em ir ao banheiro tb passou a me preocupar e o formigamento nos demais membro (maos e pes) me desesperaram.
Decidi me tratar em SP, pois aqui em Mogi das Cruzes nao estava tendo sucesso para fechar diagnostico.Lamentavelmente os medicos tidos comos os "melhores" da cidade, foram nada mais nada menos q um fracasso na busca por um diagnostico exato!
Há pouco fiz uma nova eletroneuromiografia nos 4 membros e o liquor que fechou o quadro mielopatico.
Já havia lido e me informado sobre a tal MIELITE TRANSVERSA...algo q sinceramente nunca tinha ouvido.
Pra quem nunca ouviu falar a mielite é uma inflamaçao medular, bem parecida com a esclerose multipla, ha gde dificuldade de diagnostico devido a semelhança entre ambas. Contudo as sequelas da mielite transversa, sao reversíves, não degenerativas, e os surtos podem ser bem mais espaçados. Um surto hj, pode voltar daqui uns 30,ou 40 anos...
Pessoas com idade entre 15 e 35 anos, tem maior possibilidade de desenvolver essa sindrome,q pode ser viral ou bacteriana. Meu caso é viral, o proprio organismo a desenvolveu.
surpreendente foi saber que a cada ano, dentre 1 milhao de pessoas, apenas 5 desenvolvem a sindrome. SORTUDA EU!!! kkkkkkkkkk
Se fosse p ganhar um carro, uma casa, uma rifa q fosse, xiiiiiiii certamente nao seria contemplada!rs
Meu surto foi em março de 2009, um periodo muito dificil e doloroso, embora nao tivesse dor (física)alguma! Nao conseguia andar com autonomia,nem ao menos tomar banho sozinha. Sei q mtas pessoas ficam totalmente dependentes em questao de horas...sentem dores terriveis etc...
Meu dia a dia hj é normal, estou, digamos q 80% recuperada, nao tenho sequelas, mas necessito de fisioterapias, hidroterapias, pois minha perna direita ainda e fraca.
Nos dias q nao estou bem, conto com a ajuda de uma muleta, q na verdade prefiro enxergar como um acessorio pros dias q exalo charme!!! Afinal, dia desses ouvi o seguinte comentario de um homem interessantissimo no shopping durante umas compras:"Bem que toda muleta, poderia vir acompanhada com uma dona dessas!" kkkk Adorei, e me senti ainda olhada, mesmo depois de tudo q passei!
Creio q ha algo de muito especial para aprender nesse tempo q nao é nada facil. Nunca pensei que aos meus 26 anos passaria por isso. Mas confesso q tem sido um tempo impar e mto especial p q eu reveja conceitos, posturas e convicçoes.
Sorte a cada um (a) de nós que vive ou viveu essa experiencia.
Como o ser humano, é complicado e acomodado...precisamos estar por um triz para olharmos p dentro de nós, e valorizarmos o q até entao nao tinha importancia!!!
Hoje digo q faço juz a frase que carrego comigo: CARPE DIEM...

3 comentários:

Mary Cely disse...

viver os bons momentos já é uma dádiva bj de luz

SANDROWAL disse...

Dalila Parabéns pelo blog, pude sentir o seu coração em cada frase que li, é emocionante e muito motivador, lembrando que a motivação é um detalhe fundamental para nós rsrs. Parabéns, beijos.

montenegro disse...

Tive mielite transversa em 1993 e até hoje luto por um tratamento. sinto dor 24 horas á 20 anso. meu imail. t.montenegrofilho@HOTMAIL.COM E FACEBOOK TERALDO MONTENEGRO. TOMO MUITOS REMÉDIOS NATURAIS. FUI BOMBEIRO MILITAR DO ESTADO DE ALAGOAS E ATÉ HOJE LUTO POR UM TRATAMENTO.