Questão de pele... (minhas tatoos)

31 março, 2011

Preciso de um flautista....URGENTE!!!


Meus deuses... nao aguento mais.... Os ratos ja nao são mais os mesmos!!!
E cá entre nós, pq mesmo eles existem?
Ora no meu forro, agora que os pequenos descobriram a civilização, querem passear pelo quintal ousadamente, como se estivessem numa colonia de ferias!
Ja nao sei mais o que fazer!!!
Os idealizadores do Mickey Mouse, do Ratatui, e até do Ligeirinho, de certo nunca tiveram sua paz ameaçada por esses roedores.
Estou aguardando agora a tarde a visita de uma empresa especializada em detetização de ratos, baratas, cupins etc. Estou disposta a tudo!
Na verdade, na verdade, gostaria de encontrar com um flautista, como o do conto o flautista de Hamelin, mas ta dificil.
E ontem, ao presenciar o Juca (meu dog)sacudindo um camundongo com a boca, não tive duvida. Preciso tomar uma providencia!
Nunca passei por isso, em 28 anos de vida,nunca tive tanto pavor desses bichinhos.Logo euzinha, que desde criancinha tinha por conto favorito o do tal flautista magico!
Aff....

Pra quem não conhece o conto, aqui esta ele:

O Flautista de Hamelin

Era uma vez uma cidadezinha muito tranqüila chamada Hamelin. Um dia, os
ratos invadiram a cidade, incomodando todos os moradores.
Os moradores tentaram acabar com os ratos, e nada. Reclamaram com o
prefeito que prometeu dar um baú cheio de ouro para quem conseguisse
expulsar os ratos.
Então, um rapaz do povoado veio até o prefeito e disse:
– Tocando a minha flauta, eu posso mandar os ratos embora.
Começou a tocar a flauta e os ratos saíram dos buracos e das tocas.
O rapaz foi andando para fora da cidadezinha e os ratos, enfeitiçados
pelo som da flauta, o seguiram.
O rapaz levou os ratos para bem longe e a cidade ficou livre de todos
eles.
Ao retornar para pegar a sua recompensa, o prefeito não quis entregá-la
ao flautista. Achou que o rapaz não merecia um baú cheio de ouro só
porque ele havia tocado uma simples flauta.
Numa noite, enquanto todos dormiam, o rapaz tocou a sua flauta
novamente.
Todos os meninos da cidadezinha se levantaram e saíram de suas casas, e
seguiram o flautista para um lugar desconhecido.
O prefeito mandou chamar o flautista e prometeu mais uma vez que
entregaria a recompensa se ele trouxesse de volta as crianças da
cidade.
O rapaz tocou a sua flauta e as crianças, uma a uma, voltaram felizes
para suas famílias.
E a cidadezinha voltou a ser tranqüila e feliz como antes e o
flautista, muito rico, ajudou muita gente durante toda a vida.

Depois volto com cenas dos proximos capitulos. Me desejem sorte!!!! rs
Enquanto isso, curtam um ratinho das antigas....
Com vcs, Topo Gigio, cantando chove chuva, de Jorge Ben: kkkkkkkkk (Má, essa e pra vc!!!)

bjs

4 comentários:

Zaki disse...

Dá..

Acho que o Brasil precisa urgentemente de um flautista.. tocar para os políticos, poucos sobram, pois são verdadeiros ratos roendo nossa economia, nossos sonhos..

Bjs.. Boa sorte!!

Anônimo disse...

Oba, oba, oba... como diria o ligeirinho !!! Os ratos na sua casa tb usam sombrero como o do desenho ?

Situações extremas pedem medidas extremas ! Vc já pensou no BOPE e nos fuzileiros ?

Que tal espalhar uns gatos pela propriedade? Mas não pode ser aqueles angorás de exposição. Tem que ser gato barra-pesada, como aqueles magrelos que reviram lata de lixo nos fundos de restaurantes !

Marcelo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elaine C Chieppe disse...

Linda, tem um mimo pra você lá no meu cantinho - na sessão SELOS. Bjos.